Uploaded with ImageShack.us

Que férias! Ceará terra da Gente!!!

Que férias! Ceará terra da Gente!!!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Um Amor sem Fim...




Procuro os meus dias
Perdidos no teu querer
Presa a ti sinto alegrias
Encontro-me em teu viver.

Esse amor absoluto
Faz-me santa e profana
Inocência em um minuto
Em teus braços viro insana.

Destinos ligados
Bem logo ao nascer
Berço de minh’alma
Anjo do meu ser.

Herói dos meus sonhos
Razão de uma vida
Deixas-me sem sono
Sou tua querida.

Choraste ao partir.
Pois, não pude ir
Por ser tão criança
Guardei só lembranças.

Púz o pé na jaca
Caí no atoleiro
Não tinha mais graça
Sem ti, meu guerreiro.

A vida deu voltas
Passaram-se os anos
Anjos com escoltas
Juntou-nos sem danos.

Herdeiros do amor
Vivemos assim
Sementes em flor
De um amor sem fim.

Goretti Albuquerque.

8 comentários:

  1. Olá,cheguei.
    E vim visitar as minhas amigas dos blogs pois já tinha muitas saudedes de vocês.
    E como sabe bem ler uma poesia tão romantica.
    Adorei ela está linda é um hino ao amor.
    Parabens

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh, ao amor....
    Minha amiga lindaaaaaaaaaaaaaa, como voce escreve bem, Deus amadooo.
    Que dom maravilhoso minha amiga!

    Um abraço do tamanho do mundooooo!

    ResponderExcluir
  3. Cuide muito bem dessa criatividade e dessa inspiração maiúsculas. Lindíssimo seu versejar.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Gosto de seus poemas.

    Ah... esse amor

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. Eis um sonho dourado traduzido na mais bela poesia. Do fundo da alma. Lindo, Goretti! abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  6. Liiindo!!!
    Ainda mais pra mim q estou carente amiga. RSRS
    Bjinhus

    ResponderExcluir
  7. Querida Goretti guerreira, passei para uma visita e adorei seu cantinho, parabéns, belo e inteligente.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  8. Visito o "BALAIO"
    Leio, releio, de cá não saio.
    "O rso farto e constante"
    Há que o levar por diante.
    No teu rosto está o Mundo
    "O azul do céu,o verde mar.
    Nos olhos o brilho da estrelas.
    No cabelo os tons suaves do Luar,

    E neste lindo poema
    Retrato de consistência,
    Há algo que se adivinha,
    Mutante com consciência
    Não é trem fora da linha.

    Porque a Vida a todo o tempo
    È constante mutação
    Vai para ti, com sentimento
    UM GRANDE XI-CORAÇÃO!

    ARFER

    ResponderExcluir

Benvindos ao meu kantinho!!!

Piu Piu pra você!

Piu Piu pra você!