Uploaded with ImageShack.us

Que férias! Ceará terra da Gente!!!

Que férias! Ceará terra da Gente!!!

domingo, 27 de junho de 2010

O Céu é o limite???




Não sei...
Delimito-me como espaço,
Dependendo do que eu acho.
Sou mais o abstrato elevando
Muito acima meus pensamentos,
Posso viajar sem limites em sentimentos.
Bem sei...
Não posso visualizar
A intensidade de um sonhar
Nem um tom de falar
Uma alma a chorar
Rachaduras no amar
Nem meu peito a clamar.
Vejo a cor do batom
Chocolate ou bombom
Teu sorriso que é bom.
Mais não quero limites
Deus já me permite
Ame e acredite.
Desejos de Zeus
São também os meus.
Diz-me quais os seus?
Sou tal criatura
E saio da moldura
Vivo sem censura
Na vida futura.
Quer chegar ao topo?
Ouse... Seja louco
Não queira o sufoco
De um viver no pouco
De um limite imposto.
Traça teu esboço
Sai do calabouço
Corda no pescoço?
Nem pensar, seu moço!
Moço dos limites
Faço-te um convite
Passe dos limites
Vem! O amor permite.

Goretti Albuquerque.

8 comentários:

  1. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do blog seara de versos. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Sim, Goretti, eu também acho que o céu seja o limite para quem, destemidamente ousa buscar mais da vida , muito mais do que gratuitamente ela nos oferece e que entedia, entristece, faz sofrer. É mesmo tateando, pelejando, sofrendo e ousando que atingimos o limite da plenitude do gozo e da alegria; alem de ganharmos substância com isso. Muito lindo mesmo! Meu abraço. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto !!!!
    Boa semana, bjks !!!

    ResponderExcluir
  4. Goretti, passei mais uma vez aqui para apreciar seus posts poéticos.

    Bj

    ResponderExcluir
  5. Passei para ler seu poema,como sempre lindo.
    E um beijo de eterna amizade.
    ISA

    ResponderExcluir
  6. amei seu blog.
    linda a poesia.
    estou te seguindo.
    abraços,

    ResponderExcluir
  7. Goretti, ganhei um selinho e quero repassá-lo para você. Está lá no meu blog, esperando por você.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Abri de novo o teu portal...e ouço a minha música...desdde há mais de 4 décadas (Será que és adivinha? Ou é pura casualidade?) Grato pela amizade e carinho.

    Para ti um beijinho suave, como borboleta que pousa no teu rosto.


    ARFER

    ResponderExcluir

Benvindos ao meu kantinho!!!

Piu Piu pra você!

Piu Piu pra você!